ÍRA


Cristopher S. Chaves – 06/01/1997

O sangue que rega minhas veias

É o mesmo que circula em meus olhos

É o mesmo que circula em meu corpo

E satisfará minha íra

             Irá

Regar minha parede

O chão da minha sala

Mudará a tonalidade do meu quadro

E o brilho de minha arma

Satisfará minha íra

Anúncios
Esse post foi publicado em Minhas Poesias e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.