POBRE MISÉRIA


Cristopher de S. Chaves 27/12/2009

 

Por que  camisa da Triathlon se minha Hering tem furos nas axilas e a costureira vive a me cobrar o reparo no meu calção?

Um novo Timberland? Preciso de cadarços novos pro meu Bamba!

Tem uma tira de Havaianas pra vender aí seu moço? Não senhor, somente sandálias da Ferracine!

Se o Sol de lá é o mesmo de cá, porquê chapéu Panamá – ainda pago meu boné nos crediários da Pernambucanas!

Pra quê essências e fragâncias  para banheira Bellessere se aqui tem chovido todos os dias?

Pra quê preocupar-me com refis pra Sheaffler  se a Bic escreve essa mesma M-E-R-D-A?

E falando em merda

Panetone? Vinte e cinco centes me custa o pãozinho nosso de cada dia. E ainda posso reaproveitar o papel após o almoço. Que se foda a Personal!

Pra quê  “212 Men on Ice” se com “Rexona Men V12” fico irresistivelmente fétido?

Não faço a barba com 3 Turbo da Gilete porque ele é um  Prestobarba melhorado. E o Prestobarba faz Tchan, e não gosto do Tchan, e Tchan³ ninguém merece!

E por que um Side by Side pra refrigerar uma garrafa de água, um pote de margarina e um vidrinho de pimenta?  Moldere/Frigidaire você me deixa fresquinho!

Fresquinho? Fresquinho o caralho! Eu tô é morto!

Esse post foi publicado em Minhas Poesias e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para POBRE MISÉRIA

  1. Mônica disse:

    Que dura realidade!
    O importante é saber que o mundo é redondo.
    Beijosssssss gostei da postagem.
    Sua menina.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.