Convicções!


Amanhecí convicto das minhas convicções insolúveis, tão insolúveis quanto o Nescafé que bebí.

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.