LSD em letras.


Antagônicos

Comi de forma disforme um divertido informe.
Nele dizia: Me coma!
Eu comi.
Diferente de Alice que pequena ficou, eu cresci.
Cresci até alcançar o céu.
E cai.
Chutei sem querer um pedaço de chão.
Não era chão.
Era uma rocha pequena. Tartaruga marrom.
Corri como a lebre.
Mas minha consciência pediu.
Eu voltei.
Eu pedi: desculpa!
Somos só eu no plural dois.
Nós.
Na minha identidade tem os seguintes números:
Não lembro.
Hoje tomei meu fermento.
Enfim acordei.
Um sonho bom.

Ver o post original

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.